Seja bem vindo

Buscar o Alto!
LOGIN
CADASTRO
HOME VOLTAR

Qual é a sua prioridade?




Vaidade das vaidades, diz o Eclesiastes, vaidade das vaidades! Tudo é vaidade (Ecl 1,2).



Vós fazeis voltar ao pó todo mortal, quando dizeis: “Voltai ao pó, filhos de Adão!” Pois mil anos para vós são como ontem, qual vigília de uma noite que passou.

Eles passam como o sono da manhã, são iguais à erva verde pelos campos: de manhã ela floresce vicejante, mas à tarde é cortada e logo seca.

Ensinai-nos a contar os nossos dias, e dai ao nosso coração sabedoria! (Sl 89,3-6.12)



Irmãos:

Se ressuscitastes com Cristo, esforçai-vos por alcançar as coisas do alto, onde está Cristo, sentado à direita de Deus; aspirai às coisas celestes e não às coisas terrestres. Pois vós morrestes, e a vossa vida está escondida, com Cristo, em Deus. Quando Cristo, vossa vida, aparecer em seu triunfo, então vós aparecereis também com ele, revestidos de glória.

Portanto, fazei morrer o que em vós pertence à terra: imoralidade, impureza, paixão, maus desejos e a cobiça, que é idolatria. Não mintais uns aos outros. Já vos despojastes do homem velho e da sua maneira de agir e vos revestistes do homem novo, que se renova segundo a imagem do seu Criador, em ordem ao conhecimento (Cl 3,1-5.9-10).




É… o tempo passa e não demora! Por quantos anos viveremos nessa terra? Não sabemos! A única certeza que temos é a de que Deus nos ama e não nos criou para apodrecermos nessa terra, mas, para trilharmos nessa terra em busca do Alto, do que não passa! E somente Deus com o Seu amor infinito e eterno por nós, não passa!

Uma das tentações pela qual o inimigo de Deus quer nos destruir, é a de que temos de aproveitar essa vida ao máximos possível, desfrutando de todos os prazeres dos quais podemos alcançar, acumulando fortunas, bens, status, mas, infelizmente, deixando de lado o Tesouro incorruptível!

Por um período da minha vida, vivi nessa ilusão de querer aproveitar do que o mundo me oferecia, porém, pude perceber, pela graça de Deus, o quão vazio eram todas essas coisas e situações nas quais me envolvi; não somente vazias, mas destruidoras! Muitas vezes, vamos tomando do veneno que o encardido nos oferece e não percebemos que estamos morrendo lentamente, não percebemos que a nossa saúde vai definhando, que a nossa vida vai se arruinando, que vamos nos enterrando num buraco! Porém, hoje o Senhor lhe estende a mão, pois Ele quer te tirar desse vazio, dessa escuridão, desse abismo! Basta você querer e clamar, que o Senhor Jesus, nosso Bom Pastor te resgatará e te livrará de toda corrente, de todo mal que te aprisiona!



Por Luan Gabriel


Para finalizar gostaria de deixar mais uma Palavra (essas Palavras estão todas contidas na Liturgia do 18º Domingo do Tempo Comum):

Naquele tempo:

Alguém, do meio da multidão, disse a Jesus: “Mestre, dize ao meu irmão que reparta a herança comigo.” Jesus respondeu: “Homem, quem me encarregou de julgar ou de dividir vossos bens?” E disse-lhes: “Atenção! Tomai cuidado contra todo tipo de ganância, porque, mesmo que alguém tenha muitas coisas, a vida de um homem não consiste na abundância de bens.”

E contou-lhes uma parábola: “A terra de um homem rico deu uma grande colheita. Ele pensava consigo mesmo: 'O que vou fazer? Não tenho onde guardar minha colheita'. Então resolveu: 'Já sei o que fazer! Vou derrubar meus celeiros e construir maiores; neles vou guardar todo o meu trigo, junto com os meus bens. Então poderei dizer a mim mesmo: - Meu caro, tu tens uma boa reserva para muitos anos. Descansa, come, bebe, aproveita!' Mas Deus lhe disse: 'Louco! Ainda nesta noite, pedirão de volta a tua vida. E para quem ficará o que tu acumulaste?' Assim acontece com quem ajunta tesouros para si mesmo, mas não é rico diante de Deus” (Lc 12,13-21).




Compartilhe:

Compartilhar



Para comentar faça login,
clicando aqui.
Ou faça seu cadastro,
clicando aqui.